quinta-feira, 26 de abril de 2012

A Perfeição é uma flor chamada Amor





Diz que sou ave onde voas
Palavra que com palavra vogas
Como tempo sem areias
Penas em céus
                          Azuis de chama
Memória com presente
Ausente
                    Mundo ergui

Como terra que nasce sem ti
(A perfeição é uma flor chamada Amor)
Onde conjugam todos os seres
Palavra sem palavra voga

Onde voas
                Nas palavras feitas á beira do mar
Diz-me que voas onde sou palavra.




7 comentários:

  1. Onde és palavra
    todos os voos são facinantes!


    Beijos!
    AL

    ResponderExcluir
  2. Imperfeito o lírio azul (que nasce sem ti)
    Perfeita a palavra vaga (que voga perto de ti)

    Os versos voam numa concentrada dispersão

    Gosto sempre de te ler

    Bjo.

    ResponderExcluir
  3. ...perfeito este poema de amor construído.

    (quero seguir este blog, mas acusa constantemente erro:-( vou insistindo:-))
    bjº

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou ver se consigo ver porque, enquanto isso, insiste :)

      Excluir
  4. Lindas palavras feitas voo de amor.
    bjs
    cvb

    ResponderExcluir
  5. Gosto de voar nas tuas palavras.
    Porque as suas asas são fortes e inspiradoras.
    Belíssimo poema, gostei imenso.
    Maria João, querida amiga, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Voltei, mas ainda não publicaste mais nada...
    Reli o teu poema e, na verdade, é mesmo excelente.
    Maria João, querida amiga, tem um bom domingo.
    Beijo.

    ResponderExcluir